Saúde

SP: em um dia, mais de 70 mil são vacinados contra febre amarela

Até o momento, foram aplicadas 371.130 doses da vacina Até o momento, foram aplicadas 371.130 doses da vacina Rafael Abreu/Estadão Conteúdo

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo divulgou que foram vacinadas, apenas neste domingo (29), 71.072 pessoas contra a febre amarela.
A prioridade desta primeira etapa da campanha é imunizar as pessoas que residam em até 500 metros no entorno do Parque do Horto. O raio de abrangência será estendido para 1.000 metros do parque na segunda fase e para toda a zona norte na terceira etapa.
Desde o início da campanha, foram aplicadas 371.130 doses da vacina, nas 37 Unidades Básicas de Saúde e 12 postos volantes que participam da ação.
Na capital paulista, foram encontrados 19 macacos mortos. Os testes comprovaram que três animais morreram por febre amarela silvestre.

Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, os macacos mortos na capital foram levados para análise desde o dia 9, data de confirmação da morte do primeiro primata no Horto. Em todo o Estado, 258 primatas morreram infectados pelo vírus desde o início do ano.

No total, 15 parques da zona norte de São Paulo estão fechados como medida preventiva contra a doença. Na lista, estão o Horto, o Parque da Cantareira, o São Domingos e o Lions Tucuruvi.

A Prefeitura está em alerta com relação a caça de macacos na capital e já se articula para evitar mortes dos primatas, como aconteceu no Rio de Janeiro e em Minas Gerais entre o fim do ano passado e o início de 2017 quando houve o surto da doença. Nas redes sociais, campanhas com as hashtags #OMacacoNãoÉoVilão e #FreeMacaco tentam sensibilizar moradores.