Saúde

Médicos parodiam música da Globo e denunciam as condições da saúde

Vídeo já teve mais de 700 mil visualizações Vídeo já teve mais de 700 mil visualizações Reprodução/YouTube

Um vídeo postado por médicos do Ceará está fazendo sucesso no Youtube com uma paródia da música tema de fim de ano da Globo "Um Novo Tempo". Até às 10h do sábado (30), o vídeo já contava 701.288 visualizações.

Intitulada "Velhos problemas", a versão usa a tradicional melodia para denunciar os problemas de saúde do Estado, como falta de anestesia, pacientes em macas, falta de estrutura e remédios.

"Hoje é mais um dia / perdendo tempo / constrangedor / falta anestesia / pra cirurgia / e medicamento / pra receber / e os pacientes estão largados / numa maca no corredor / o horror continua / pode ser na UPA / Hospital da Mulher / posto ou HGF / o horror continua / pode ser na UPA / ou no São José" / IJF", cantam os médicos enquanto são mostradas cenas de superlotação.

Ao final do vídeo de quatro minutos, o médico José Otho Leal Nogueira afirma que, ao completar 54 anos de carreira, "os problemas sempre existiram, mas agora chegaram a um ponto de intolerabilidade". "É cruel você morrer porque é pobre, isso é intolerável. E eu vejo isso todo dia", diz.

Médicos denunciam situação desde 2015

Médicos contam quantos pacientes estão em macas Médicos contam quantos pacientes estão em macas Reprodução

Essa não é a primeira vez que os médicos se reúnem para denunciar as más condições da saúde no Estado. Em abril de 2015, em meio a uma grave crise, lançaram o "Corredômetro", no qual os médicos contabilizam os pacientes que estão em macas no corredor nas unidades do Instituto Dr. José Frota (IJF), Hospital de Messejana (HM), Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), Hospital São José (HSJ) e Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), segundo os médicos. Na última contagem, feita em 30 de novembro, havia 327 pessoas nessa situação.

No último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) do Ministério da Saúde, conhecido como mapa da dengue, divulgado em novembro, o Ceará aparece como o Estado com a segunda maior incidência de dengue no país, com 457,7 casos a cada 100 mil habitantes, atrás apenas de Goiás, que tem 906,3 casos.

Veja o vídeo: