Esportes

Para Renato, Santos terá agora ‘sete finais’ na luta pelo título do Brasileirão

O Santos foi derrotado no clássico contra o São Paulo, no último sábado, e perdeu seu técnico – Levir Culpi foi demitido logo após o revés no estádio do Pacaembu -, mas ganhou uma esperança DE SER CAMPEÃO DO campeonato Brasileiro no domingo com a derrota do líder Corinthians para a Ponte Preta, em Campinas (SP). A diferença para o primeiro colocado segue em seis pontos (59 a 53).

Nesta segunda-feira, os jogadores se reapresentaram no CT Rei Pelé, em Santos, no primeiro dia de trabalho do técnico interno Elano. Atleta mais experiente do elenco santista, o volante Renato aposta em uma crescente do time na reta final do Brasileirão. Na visão do jogador, os sete últimos jogos da temporada devem ser encarados como sete finais, a começar pelo duelo deste sábado, às 17 horas, contra o Atlético Mineiro, no estádio da Vila Belmiro.

"O que aconteceu, não volta mais. Agora temos que olhar para frente. São sete jogos, sete finais. Temos a intenção de acabar entre os quatro primeiros e se possível encostar nos líderes para poder brigar também pelo título. Nosso foco maior agora é o jogo contra o Atlético Mineiro, sabemos que precisamos vencer e temos que fazer o dever de casa, pois serão dois jogos seguidos na Vila. Então são oportunidades para buscarmos as vitórias e com o tropeço do líder procurar encostar, para voltarmos a ter chances reais, até porque o campeonato ainda está em aberto", declarou Renato.

Os próximos cinco jogos do Santos pelo Brasileirão serão disputados entre os dias 4 e 19 de novembro, ou seja, em apenas 15 dias, o que geralmente limita o tempo para treinamentos técnicos e táticos. Porém, antes do inicio desta maratona final, Elano terá uma semana inteira para preparar o grupo.

"Iniciamos já nesta segunda feira com um treino regenerativo. Teremos essa semana para trabalhar e depois voltaremos a ter jogos domingos e quartas, então vamos procurar corrigir o que erramos e ouvir do Elano o que ele pretende nos passar visando uma vitória contra o Atlético Mineiro e, claro, uma boa sequência de jogos nessa reta final", opinou o volante santista.