Esportes

Na Copinha, o Corinthians vence o Corumbaense por 3 X 0 mas ainda está longe do campeão de 2017

Corinthians 2017 Corinthians 2017 (divulgação)

Com dez títulos em 49 edições da competição, mais de 20% das suas participações, o Corinthians, atual detentor do troféu, nesta quinta-feira, 4 de Janeiro, iniciou como favorito a disputa da Copa São Paulo Junior de 2018. O favorito a bisar o seu triunfo na competição. Mais ainda, o favoritíssimo a superar, na chave de número 17, com sede em Araraquara, o elenco da Corumbaense/MS.

Bisar porque, além da qualidade intrínseca da sua base, agora ostenta, dentre os seus 25 inscritos, 11 atletas que estiveram na campanha perfeita de 2017. E favoritíssimo porque o clube do Centro-Oeste apenas desembarcou em São Paulo, na tarde da terça-feira, depois de uma viagem de 1.203 quilômetros em cerca de 15 horas de ônibus, e porque o seu currículo meramente revela inexperiência e ingenuidade: representou o seu Estado no recente torneio nacional de Seleções sub-20 e acabou eliminado em duas pelejas, derrotas diante de Pará e de Santa Catarina.

Orientado por Dyego Coelho, 34 de idade, ex-lateral do “Mosqueteiro” entre 2003 e 2008, 112 pugnas e 15 gols, um treinador assistente de 2014 a 2017, o Corinthians demorou a abrir o placar. Depois de muita pressão e de chances desperdiçadas, aconteceu aos 37’, num lance ensaiado, cobrança de infração, levantamento de Samuel e testada de João Victor, ambos remanescentes da equipe de 2017. Faltava ao esquema de Coelho o que sobrava no Timãozinho de Osmar Loss, o seu antecessor, hoje um auxiliar de Fábio Carille no quadro principal: as descidas velozes do também promovido Pedrinho pelos flancos.

Coelho Coelho (divulgação)

Ampliar o resultado seria protocolar se o avante Vitinho, das seleções brasileiras Sub-15 e Sub-17 não perdesse tantos gols de meta escancarada. Aos 65’, todavia, o corpulento William, que acabara de substituir o exausto Nathan, cravou 2 X 0. Daí, aos 81’, em outra jogada ensaiada, Samuel levantou um escanteio e Carlos, de cocuruto, realizou 3 X 0. Três tentos, três pontos. E no domingo, dia 7, o Corinthians pega o Pinheirense do Maranhão, a quem a Ferroviária de Araraquara já havia detonado, à tarde, por robustos 6 X 1.

Inaugurada na segunda-feira, esta Copa São Paulo Junior é a mais alentada e volumosa de uma série que começou, em 1969, sob as bênçãos da prefeitura da metrópole: um recorde de 128 clubes de todos os 26 Estados do País e mais o Distrito Federal. Simpaticamente apelidada pela mídia de Copinha, a competição terá uma fase inicial com 32 grupos de quatro, acomodados em trinta cidades do Interior e do Litoral, além de outros dois na Capital.

Vibração em Araraquara Vibração em Araraquara (divulgação)

Tal etapa se estenderá até o dia 10. Seguirão adiante, então, os dois melhores de cada um dos grupos – ou seja, 64 clubes, que se digladiarão, dois a dois, sempre no sistema de mata-mata, pelo direito de passagem às rodadas subsequentes das oitavas-de-final, das quartas e das semis, até a super decisão do título, no dia 25, quando a veneranda Paulicéia celebrará o seu 464º aniversário.

Gostou? Clique em “Recomendar”, em “Tuitar”, ou deixe a sua preciosa opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um abração renovadíssimo.