Esportes

Bom retrospecto recente ‘impulsiona’ mandantes no estádio do Pacaembu

O estádio do Pacaembu recebe neste sábado, no clássico entre São Paulo e Santos, no Pacaembu, o sexto jogo pelo Campeonato Brasileiro em 17 dias. Neste período, mais de 120 mil torcedores foram ao estádio acompanhar partidas do time são-paulino, da equipe santista e do Palmeiras. E a "estadia" dos times no tradicional palco do futebol paulista vem sendo positiva. Nenhum deles perdeu nestas seis partidas como mandante.

O São Paulo é líder de público. Vendeu 59,7 mil ingressos em dois jogos no estádio. O Palmeiras levou 45,2 mil também em duas partidas. Ambos já tinham a projeção de que haveria uma diminuição na média de público nos confrontos no Pacaembu.

As duas equipes só estão atrás do Corinthians na média de público do Brasileirão deste ano: o clube tricolor leva cerca de 34,5 mil torcedores por partida e tem os quatro maiores públicos do Campeonato Brasileiro; o Palmeiras leva, em média, 30,4 mil no torneio. A média do Corinthians é de 38,6 mil pagantes por jogo.

Já o Santos, que costuma ter uma média de cerca de 8,4 mil torcedores o apoiando na Vila Belmiro, conseguiu manter média bem melhor de público no estádio municipal. Contra o Vitória, foram 19 mil pagantes, número pouco abaixo da média de 22,7 mil que o time tem nos oito jogos que mandou no Pacaembu na temporada.

Entre os três times paulista que estão usando o Pacaembu nestes últimos dias, o São Paulo também arrecadou mais. Em dois jogos, teve R$ 712 mil de renda líquida. O Palmeiras somou mais de R$ 688 mil, e o Santos, com um jogo a menos, R$ 39,7 mil.

Além do clássico deste sábado, o Pacaembu já tem agendado ainda mais dois jogos do São Paulo até o fim do ano, enquanto o Morumbi está alugado para shows: contra a Chapecoense (no dia 9 de novembro) e Botafogo (19). O Palmeiras retorna ao Allianz Parque na segunda-feira, para o duelo contra o Cruzeiro. Os próximos quatro jogos do Santos como mandante estão marcados para a Vila Belmiro.