Brasil

Pesquisa aponta que 44% dos negros se consideram de esquerda

Pesquisa ouviu negros sobre a política brasileira Pesquisa ouviu negros sobre a política brasileira Tom Vieira Freitas /Fotoarena/Folhapress – 20.11.2017

A atriz e produtora Rita Teles, 40 anos, afirma ser de esquerda e não se sente representada por nenhum partido político. Ela representa a maior parte dos entrevistados na pesquisa realizada pelo Painel BAP sobre “afrodescendentes e política”.

Segundo a pesquisa, 44% das pessoas negras se consideram de orientação esquerda política, 30% diz não ter posição, 10% afirma ser de centro-esquerda, 6% de direita, 4% de centro-direita e 4% não souberam.

A pesquisa foi realizada entre os dias 17 e 27 de novembro, na cidade de São Paulo, e ouviu 1.067 eleitores. De acordo com a empresa que realizou a pesquisa, o nível de confiança é de 95%, tendo margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Dos eleitores entrevistados, 69% eram pretos e 31% pardos. As mulheres foram maioria: 54% dos que responderam. Mais da metade (51%) tinha idades entre 25 e 44 anos.

Mesmo a maior parte dizendo ser de esquerda, os partidos políticos não estão em alta. Dos entrevistados, 37% dizem não se sentir representado por nenhum partido.

“Dada a conjuntura política no Brasil, a opção que mais se aproxima do meu ponto de vista é a ideologia dos partidos de esquerda. Não que ela me contemple, mas é a que mais se aproxima”, disse Rita.

Outro ponto abordado pela plataforma foi sobre os políticos, candidatos e personalidades que representam as pessoas negras. A exemplo dos partidos, a resposta “nenhum” aparece em primeiro, citada por 30% dos entrevistados.

Em segundo aparece Lula, com 11%, seguido por Eduardo Suplicy, com 8%, Leci Brandão e Jair Bolsonaro, com 7% cada. Jean Willys (4%), Mário Black (4%), Douglas Belchior (3%) e Joaquim Barbosa (2%) também aparecem na lista.

Quando questionados se conheciam políticos negros, 64% responderam que sim. Dos que conhecem, Leci Brandão foi a mais lembrada, sendo citada por 23% dos entrevistados. Ela é seguida por Paulo Paim e Benedita da Silva, com 10% cada.

Sobre as eleições de 2018, foi apresentado uma lista com 11 possíveis candidatos à Presidência para saber em quem os eleitores votariam ou não. Os políticos e figuras que os entrevistados mais disseram que “votariam” ou “votariam com certeza” são Joaquim Barbosa (45,2%), Lula (41%), Fernando Haddad (39,7%) e o rapper MV Bill (35,4%).

Já as opções “não votaria em hipótese nenhuma” e “provavelmente não votaria” aparecem com mais intenção para Geraldo Alckmin (79%), Luciano Huck (78,2%), Bolsonaro (75,5) e João Doria (73,4).