Brasil Economia

Micros e pequenas empresas de todo o país têm inadimplência recorde

apesar da queda da inflacao do recuo dos juros e da melhora da confianca dos empresarios e dos consumidores o quadro para as micro e pequenas empresas segue dificil em agosto 4 8 milhoes de micro e pequenas empresas estavam inadimplentes no pais e uma marca recorde em um ano o numero de companhias desse porte que nao conseguiram pagar em dia as suas dividas aumentou 14 no periodo 600 mil em todo o pais engrossaram a lista de inadimplentes aponta um estudo da serasa experian consultoria especializada em informacoes economicas e financeiras essas micros e pequenas representavam 93 do total de companhias inadimplentes no brasil em agosto deste ano afirma o economista luiz rabi responsavel pelo estudo em agosto existiam 5 1 milhoes de empresas de todos os portes que estavam na lista de devedores e com o cadastro nacional de pessoa juridica cnpj negativado isto e elas estavam impedidas de fazer transacoes bancarias o estudo considera como pequena e microempresa companhias com faturamento anual de ate r 4 milhoes o criterio de inadimplencia varia e depende do parametro usado pelo credor que enviou o cnpj para a lista da serasa a maior parte das dividas em atraso 75 e nao bancaria isto e sao pendencias com fornecedores e factorings com quem os empresarios costumam descontar as duplicatas primeiro estudo o economista observa que foi a primeira vez que foi feito um estudo para avaliar a inadimplencia das empresas segmentado por tamanho observamos que a inadimplencia do consumidor vem caindo por conta da queda dos juros e da inflacao e a inadimplencia das pessoas juridicas nao para de crescer os resultados mostraram que a inadimplencia das pessoas juridicas foi puxada pelo avanco do calote das micro e pequenas empresas em marco deste ano havia 5 milhoes de empresas de todos os portes inadimplentes segundo a serasa destas 4 1 milhoes ou 82 eram pequenas e microempresas desde junho o total de empresas com dividas em atraso ficou estabilizado em 5 1 milhoes e o numero de pequenas e microempresas inadimplentes avancou o economista explica que as medias e grandes empresas conseguiram sair da lista de inadimplentes favorecidas pelo aumento das exportacoes ja a pequenas e microempresas que dependem basicamente das vendas no mercado interno e nao exportam viram a situacao piorar porque a recuperacao do consumo domestico e gradual das 4 8 milhoes de pequenas e microempresas inadimplentes 45 4 sao prestadoras de servicos quase a mesma fatia 45 3 atua no comercio e 8 8 sao empresas industriais o presidente do sindicato da micro e pequena industria do estado de sao paulo simpi joseph couri diz que apesar de as expectativas dos pequenos e microempresarios em relacao ao futuro terem melhorado os dados concretos revelados por um pesquisa feita pelo simpi em setembro indicam que a situacao e preocupante porque o mercado interno continua em crise e as pequenas e microempresas tem como alvo esse setor metade das micro e pequenas industrias nao tem capital de giro para passar o mes o credito a custos reduzidos nao chegou na ponta para o pequeno e microempresario as informacoes sao do jornal o estado de s paulo