Brasil Economia

Mais de 5 milhões de clientes ainda não sacaram os R$ 10,1 bi do PIS

Caixa liberou o pagamento do PIS Caixa liberou o pagamento do PIS Renato Cerqueira/08.07.2017/Futura Press/Estadão Conteúdo

Em todo país, cerca de 5,4 milhões de pessoas que tinham conta do PIS (Programa de Integração Social) têm R$ 10,1 bilhões disponíveis para saque na Caixa Econômica Federal.

O dinheiro é o saldo residual das contas que estavam ativas entre 1971 e outubro de 1988.

Este ano o governo reduziu a idade limite para os saques. O valor já está liberado para mulheres com mais de 62 anos e homens com mais de 65 anos, antes a idade limite era de 70 anos para ambos os sexos.

No site da Caixa tem um link para consultar quem tem direito ao saque. Clique aqui.

De acordo com a Caixa, até agora já foram pagos R$ 1,1 bilhão para 1 milhão de cotistas. O estado com o maior número de saques até agora foi São Paulo com 291.178 pagamentos no valor total de R$ 352,9 milhões (31,2% do valor total pago). No Rio de Janeiro, foram 123.253 pagamentos no valor total de R$ 140,7 milhões (12,4%). Em terceiro lugar vem Minas Gerais com 115.393 saques de cotistas no valor de R$ 112,9 milhões (9,99%).

Como sacar

Quem tem conta na Caixa já recebeu o valor na conta. Quem não é correntista e tem direito até R$ 1,5 mil pode sacar o saldo da conta do PIS apenas com Senha Cidadão, nos terminais de autoatendimento.

Para valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, é necessário o Cartão Cidadão e a senha. Acima de R$ 3 mil é preciso ir até uma agência da Caixa com documento de indentidade original e com foto. Quem não tem senha ou Cartão Cidadão poderá ir a uma agência da Caixa para realizar o saque. Não existe prazo máximo para sacar o dinheiro na Caixa.

Espera

O engenheiro civil Luiz Tanezini, de 67 anos, mora em Brasília e estava ansioso pela liberação do saldo da conta do PIS. Pela regra antiga, ele teria que esperar mais três anos até ter direito ao saque. Agora, com a redução do limite de idade, o engenheiro pretende ir ainda esta semana ao banco para fazer a retirada.

Tanezini disse que deve usar o dinheiro para complementar a poupança que fez para as férias. O engenheiro está com a viagem marcada para a Austrália.