Esportes

Cyborg nocauteia russa e mantém cinturão dos penas no UFC 222

Cyborg manteve cinturão e pediu para lutar com Amanda Nunes Cyborg manteve cinturão e pediu para lutar com Amanda Nunes Getty Images

Chamada para “salvar” o UFC 222, após a lesão sofrida pelo campeão Max Holloway, Cris Cyborg “topou” o desafio, mesmo tendo pouco tempo de preparação. Na noite deste sábado (3), em Las Vegas (EUA), a brasileira deu mais um show no octógono, venceu a russa Yana Kunitskaya por nocaute técnico ainda no primeiro round e manteve o cinturão dos penas. Já no co-main event, Brian Ortega conquistou uma vitória expressiva sobre Frankie Edgar e almeja o title shot contra “Blessed”.

Mackenzie Dern, que fez sua estreia no Ultimate, teve uma luta dura contra Ashley Yoder, mas venceu por decisão dividida dos jurados, assim como Ketlen Vieira que superou a experiente Cat Zingano. Pedro Munhoz foi o único brasileiro a não conquistar uma vitória nesta edição. O paulista foi derrotado por John Dodson.

Cyborg nocauteia russa e desafia Leoa

Logo nas primeiras ações da luta, Cris Cyborg conectou um potente golpe na adversária. Yana Kunitskaya, rapidamente, optou pela luta agarrada, chegou a trabalhar no clinch e pegou as costas da brasileira. Com calma, a campeã se desvincilhou e passou a atacar com mais força a oponente, que não demonstrava muita resistência. Ao iniciar uma série de golpes, com a russa no chão, o árbitro esperou e, logo em seguida, decretou o fim do embate. Essa foi a segunda defesa de cinturão da curitibana no UFC. No octógono, a campeã disse que “aceita” o convite de Amanda Nunes, campeã dos galos, e quer um confronto entre as duas.

Ortega nocauteia Edgar e mira title shot

Frankie Edgar teve um início melhor de luta no co-main event. O ex-campeão mostrava mais agilidade no confronto e conseguia colocar os golpes e sair do raio de ação do adversário. Já Brian Ortega foi, aos poucos, entrando no duelo e no período final do assalto, acertou uma cotovelada que teve um impacto em “The Answer”. Na sequência, “T-City” conectou um uppercut que decretou o fim da luta e a vitória por nocaute. Agora o californiano espera a oportunidade para desafiar Max Holloway, campeão dos penas.

Ortega foi o primeiro lutador a nocautear Frankie Edgar Ortega foi o primeiro lutador a nocautear Frankie Edgar Getty Images

O’Malley e Arlovski vencem com autoridade

Em uma das lutas mais empolgantes do UFC 222, Sean O’Malley teve um amplo domínio nos dois primeiros rounds, contudo, machucou o pé no terceiro assalto e deu a chance de Andre Soukhamthath ressurgir no confronto. Com garra, o lutador de 23 anos resistiu a dor e venceu por decisão unânime dos jurados. Quem também venceu na decisão dos árbitros foi o ex-campeão Andrei Arlovski, que aplicou diversas quedas contra o gigante Stefan Struve, em luta na categoria dos pesados.

O’Malley resistiu a forte dor no tornozelo para vencer O’Malley resistiu a forte dor no tornozelo para vencer Getty Images

Ketlen domina e vence Zingano

Ketlen Vieira teve um início muito forte de luta contra Cat Zingano. A brasileira soube neutralizar os pontos fortes da adversária, como as tentativas de queda, e ainda utilizou toda a técnica que tem no Judô e o Jiu-Jitsu. A lutadora da Nova União conseguiu boas quedas e fez a americana ficar desconfortável no chão.

No entanto, Zingano mostrou toda a valentia experiência que tem. A americana conectou bons low kicks, que tiraram um pouco do ímpeto da brasileira. Ao término dos três rounds, Ketlen levou a melhor por decisão dividida dos jurados. Ainda no cage, a brasileira disse para Dana White, presidente do UFC, que quer disputar o cinturão dos galos. “Alpha” chegou a terceira derrota seguida dentro da organização.

Mackenzie estreia com vitória no UFC

Na tão esperada estreia no Ultimate, Mackenzie Dern teve um primeiro round dominante. A faixa-preta de Jiu-Jitsu foi para a trocação, conectou bons golpes na combinação jab-direto. No entanto, para o segundo assalto, Ashley Yoder reagiu, encontrou a distância e entrou com bons diretos e cruzados de esquerda.

Já no terceiro round, a luta seguiu equilibrada e as duas lutadoras trocavam golpes. Com cerca de dois minutos para o fim do confronto, Dern levou o combate para o solo, pegou as costas e chegou a encaixar o mata-leão, mas Yoder fez jus a faixa-marrom de Jiu-Jitsu e evitou a finalização. Por decisão dividida dos árbitros, a estreante no Ultimate levou a melhor. Já Ashley conheceu a terceira derrota seguida na organização.

Dern estreou com vitória no UFC Dern estreou com vitória no UFC Tatame

Dodson supera Munhoz em luta acirrada

O confronto teve um início bem estudado dos dois atletas. No primeiro round, John Dodson impôs o seu jogo, encontrou a distância e conectou uma série de golpes no brasileiro. Pedro Munhoz, por sua vez, passou a ser mais agressivo no segundo round, quando aplicou bons jabs, diretos e chutes.

Já no terceiro e decisivo assalto, o brasileiro teve um início melhor, mas rapidamente Dodson virou. O americano reagia bem aos golpes recebidos e contra-atacava sempre com perigo. Faltando um minuto para o término do confronto, Munhoz derrubou o oponente, porém demorou a apresentar uma efetividade maior. Por decisão dividida dos árbitros, Dodson saiu vencedor. O paulista teve uma sequência de quatro vitórias interrompidas.

Dodson levou a melhor sobre Pedro Munhoz Dodson levou a melhor sobre Pedro Munhoz Getty Images

Lutas equilibradas e polêmica

Em uma disputa que estava equilibrada no primeiro round, com os dois lutadores procurando a melhor forma de atacar, Hector Lombard acabou acertando um golpe no adversário após soar a sirene do fim do assalto. O lutador conectou um cruzado de esquerda que derrubou CB Dollaway. Como já havia sido encerrado o round, o árbitro decretou desclassificação do cubano e vitória por nocaute técnico do americano, que não conseguiu retornar para o cage, após avaliação médica.

Estreante no Ultimate, Alexander Hernandez surpreendeu a todos ao nocautear Beneil Dariush com pouco mais de um minuto de luta. Ainda no octógono, o lutador disse que veio para “impactar”. Zak Ottow derrotou Mike Pyle por nocaute técnico no primeiro round, ao conectar uma série de golpes. Ainda no octógono, o lutador recebeu a faixa-preta de Jiu-Jitsu. Já o experiente Pyle anunciou aposentadoria do MMA. As duas primeiras lutas da edição foram movimentadas. Cody Stamann e Jordan Johnson venceram por decisão dividida dos jurados Bryan Caraway e Adam Milstead, respectivamente.

CONFIRA OS RESULTADOS:

Card principal

Cris Cyborg derrotou Yana Kunitskaya por nocaute técnico no 1R
Brian Ortega derrotou Frankie Edgar por nocaute no 1R
Sean O’Malley derrotou Andre Soukhamthath por decisão unânime dos jurados
Andrei Arlovski derrotou Stefan Struve por decisão unânime dos jurados
Ketlen Vieira derrotou Cat Zingano por decisão dividida dos jurados

Card preliminar

Mackenzie Dern derrotou Ashley Yoder por decisão dividida dos jurados
Alexander Hernandez derrotou Beneil Dariush por nocaute no 1R
John Dodson derrotou Pedro Munhoz por decisão dividida dos jurados
CB Dollaway derrotou Hector Lombard por nocaute técnico no 1R
Zak Ottow derrotou Mike Pyle por nocaute técnico no 1R
Cody Stamann derrotou Bryan Caraway por decisão dividida dos jurados
Jordan Johnson derrotou Adam Milstead por decisão dividida dos jurados

Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Confira!